Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2012

Leias consigo mesmo!

Vivemos numa época muito bela e fascinante em tantos aspectos. Os nosso tempo possui uma aceleração constante. Ainda não tomamos gosto de uma coisa que já chegou uma outra para a substituir. O poder das novas técnicas nos abre novas possibilidades mas, faz surgir também um certo desorientamento à volta do sentido de tudo o que fazemos. Se não se vive com o coração em alerta, é fácil cair nas mãos predadoras de uma certa ditadura do relativismo. Neste sentido podemos perceber como muito incómodo a frase de Jesus: “seja o vosso falar sim, sim; não, não;”(Mt 5, 37). Será que existem, na verdade, coisas pelos quais podemos dizer: sim, sim; não, não, visto todas as mudanças em acto e o leque de opiniões sobre as coisas da vida? Não devíamos, talvez mais prudentemente, dizer: acho, talvez, parece-me, sou da opinião, ao menos por agora? Na verdade, trata-se de experiências diferentes. Tantas coisas mudam. Mas existem uns encontros, uns factos diante dos quais somos chamados a dizer simplesme…